Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você - Marcelo Jenici - Felicidade.
Mercado saturado: um recado para você que acha que já existe o que você quer criar
Mercado saturado: um recado para você que acha que já existe o que você quer criar
Empreendedorismo

Mercado saturado: um recado para você que acha que já existe o que você quer criar

Publicado em
7 de novembro de 2019
Escrito por

Esses dias eu estava conversando com um amigo e, de repente, ele me disse que tinha muita vontade de criar um blog de culinária, mas não o fez até hoje porque ele sentia que tudo que ele queria dizer e que as pessoas precisavam saber, elas encontravam facilmente no Google. Ele sentia que o mercado estava saturado.

Me bateu um estalo. Talvez seja esse o motivo de algumas pessoas não estarem produzindo hoje: elas acham que o que elas têm para dizer não é importante.

Desde sempre gostei de escrever (eu fazia fanfics com 13 anos, por exemplo) e isso é algo que eu incentivo muito para que todos façam: escrevam!

Então no mesmo momento eu precisei refletir sobre a opinião dele e, do fundo do meu coração, eu disse a ele três motivos que me fazem compartilhar ideias atualmente:

As pessoas têm vivências diferentes

É sempre necessário ter em mente que eu sou diferente de você e por isso nós temos valores, crenças, experiências, formas de levar a vida diferentes. Uma coisa ou outra podem se encaixar, mas isso não quer dizer que não somos singulares.

O que quero dizer com isso é que por mais que eu goste de decoração e você também, nós teremos formas diferentes de abordar e interpretar esse assunto.

É basicamente impossível um blog ou uma loja ser completamente igual ao outro, a não ser que o autor de um dos dois esteja realmente plagiando conteúdo (o que sabemos que é ilegal e antiético).

Então se eu quero criar um blog sobre a decoração que eu tanto amo e tenhho experiência com isso, mas fico desanamida porque também sei que existem ótimas revistas no mercado sobre esse assunto eu simplesmente estou deixando para lá algo que poderia se tornar incrível pelo fato de os editores dessas revistas não terem a mesma vivência que eu tive.

Eu tenho coisas para contar que talvez eles não conheçam, porque eles têm experiências diferentes das minhas.

Então se eu quero criar algo, sempre será produzido conforme meus valores e experiências, e isso é muito bom!

Eu poderia falar sobre a forma como um amigo faz ovo mexido.

É algo fácil, que nem precisa de receita. Basta colocar a manteiga na panela e esperar derreter, depois colocar os ovos e temperar com sal para mexer até ficar cozido.

Esse meu amigo aprendeu a fazer diferente: ele não espera a manteiga derreter e coloca logo os ovos junto e, além do sal, ele tempera também com ervas finas e páprica. Gente, fica uma delícia!

Mas imagina que tédio seria se em todos os sites e livros de receita só ensinassem a fazer de uma única forma?

Nós somos umas mescla de referências

Um livro muito bom que eu recomendo que todos leiam é “Roube como um artista“. Nele o autor Austin Kleon defende que o resultado de tudo que produzimos é uma mistura das referências que temos. Músicas que ouvimos, livros, filmes, viagens, artistas que gostamos.

O que isso agrega ao que você cria? Bom, por mais que você queira entrar num mercado que talvez esteja saturado ou que existem inúmeros artigos falando sobre, você pode reparar que sempre será abordado e produzido de formas diferentes.

Austin Kleon também fala que:

É muito importante sempre estudar mais afundo sobre o que você vai criar para não compartilhar falsas informações ou desperdiçar tempo e dinheiro, e nessa sua pesquisa você vai reparar que:

  • Sempre haverá algo que você não concorda porque você não tem os mesmos valores de quem criou;
  • Ou algo que faria diferente porque você tem uma outra forma de levar a vida.

Quando você for produzir seu produto ou conteúdo ele sairá conforme o seu ponto de vista, que é justamente essa mistura das referências de tudo que você é, e isso que fará a diferença!

Por mais que duas pessoas gostem do mesmo assunto e estejam conversando sobre ele, sempre haverá algo de novo para aproveitar de uma conversa.

A mensagem precisa ser levada

Eu acredito que as coisas boas precisam ser levadas para frente, e criar coisas de acordo com sua experiência e pontos de vista pode inspirar as pessoas.

Talvez o que você sabe a Joana não saiba, e ela ficará encantada quando ler no seu blog ou encontrar na sua loja virtual sobre algo que foi relevante para ela, mesmo não tendo conhecimento sobre o assunto – ela passou a ter graças ao que você teve coragem de colocar no mundo.

Foi o aconteceu comigo na faculdade. Eu conheci a Flávia e ela me contou muitas experiências que ela teve como au pair. Eu não conhecia o termo e não sabia nada sobre isso, fiquei encantada e fui pesquisar mais sobre. A Flávia ficou surpresa quando eu disse que eu não sabia nada sobre intercâmbios, porque para ela isso era algo normal já que quase todas as amigas dela haviam feito.

Meu recado para você que acha todo mundo já conhece o que você quer criar: nem todo mundo sabe, nem todo mundo conhece.

Crie, crie com vontade porque o que você vai compartilhar irá impactar de forma positiva a vida de alguém.

Escrito por Ella Jardim

Idealizadora do Cores & Flores Blog, sou formada em Design de Interiores, mas escolhi o design gráfico e a fotografia para mudar, de alguma forma, a vida das pessoas online.
Deixe seu melhor e-mail para enviarmos sua senha para acessar nosso Jardim Secreto, onde disponibilizamos ferramentas exclusivas para blogueiras e empreendedoras que querem ter sucesso!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.


*

  1. Camilla Silveira dos Santos Arndt em 8 de novembro de 2019

    Nem sei o que te dizer, apenas que precisava ler isso hoje, sério! <3
    Eu penso em fazer mil coisas, mas sempre acho que alguém já está fazendo ou não dará certo…
    Ler isso foi maravilhoso! Aliás, seus conteúdos são incríveis, sempre me inspiram e me motivam!
    Obrigada de verdade Ella! <3

    • Ella Jardim em 12 de novembro de 2019

      Nossa, que felicidade saber disso, Camilla <3
      Espero que agora você consiga colocar as ideias para fora DE VERDADE!!

      Beijão,
      Ella.

  2. Lu Oliveira em 11 de novembro de 2019

    Foi exatamente isso que eu pensei quando vieram as primeiras ideias para tirar o Caligrafiz do papel. Inicialmente eu me questionei porque, para que, fazer isso se já tinham tantas outras pessoas falando de lettering e caligrafia, daí eu entendi que ninguém falaria de lettering e caligrafia como eu, com as minhas experiências, com as minhas dificuldades. Excelente post, Ella! Vocês são fonte de inspiração pra mim.

    • Ella Jardim em 12 de novembro de 2019

      EXAMENTE ISSO, LU!!
      Acho que esse medo acaba paralisando muita gente, mas é importante lembrar que somos únicos e que tudo que produzirmos terá nosso diferencial (o que é essencial, né?).
      Torcendo pra que você tenha sucesso com o Caligrafiz (amei o nome!!).

      Beijão,
      Ella Jardim.

  3. Lilian Fernandes em 13 de novembro de 2019

    Uau, que post inspirador! Eu estou no início do meu Blog e todas as noites eu ficava remoendo se o que iria publicar era relevante, que já existiam informações por aí, e diversas outras caraminholas. Obrigada por essa mensagem linda de incentivo!

    • Ella Jardim em 14 de novembro de 2019

      Espero que ajude a continuar criando coisas que te façam bem <3

      Beijão,
      Ella Jardim.



Relacionados
Minha bola de cristal diz que você vai gostar desses aqui:
Últimos mimos
Recursos exclusivos para te ajudar nessa jornada empreendedora

Checklist do blog profissional de sucesso

Todos os itens para que um blog profissional se torne inesquecível.

Planejador Semanal Reutilizável

Visualize com facilidade todos os objetivos da semana

Coleção de fotos para usar no Pinterest

Coleção de imagens para arrasar na divulgação do seu conteúdo!

30 ideias criativas de conteúdo para bombar no Instagram

Recentes
últimas novidades